Todos os direitos reservados © 2019 Florencia Ferrer 

Área de Pesquisa

1. Membro do LACCIR, -Latin American y Caribean Collaborative ICT Research- http://www.laccir.org/laccir/

2. Pesquisadora do Departamento de Direito Internacional da Universidade de São Paulo desenvolvendo trabalho sobre o Governo Eletrônico sob supervisão do Prof. Dr. Luiz Olavo Baptista. Começo das atividades: agosto de 2001 até dezembro de 2003.

 

3. Membro fundador do CAENI - Centro de Altos Estudos das Relações Internacionais- da Faculdade São Francisco da USP, exercendo funções como Coordenadora do Programa. Abril de 2000 até Julho de 2002.

 

4. Pesquisadora do Departamento de Sociologia da USP, desenvolvendo a Tese "A Teia Não Virtual. A Organização em Rede e o Capitalismo Contemporâneo", março de 1995 a dezembro de 2000, São Paulo.

 

5. Realização de pesquisa em coautoria com Zilma Borges sobre a feminização do mercado de trabalho no capitalismo contemporâneo na Fundação Getúlio Vargas, dezembro de 1999 a julho de 2000.

 

6. Pesquisadora do IEA –Instituto de Estudos Avançados- da USP, integrando o GACINT - Grupo de Análise de Conjuntura Internacional, desde março de 1999.

 

7. Participação na Pesquisa desenvolvida no IEA coordenada pelo Prof. Gilberto Dupas intitulada “O novo capitalismo global e a exclusão social”, maio a dezembro de 1998.

 

8. Pesquisadora do PROLAM - Programa de Integração da América Latina- USP, desenvolvendo a Dissertação "A Construção de Poder desde o campo popular. Os anos setenta na Argentina", março de 1992 a março de 1995, São Paulo.

 

9. Pesquisadora no Programa de Investigaciones sobre Cambio Social (P.I.C.A.S.O), no Instituto de Investigaciones Gino Germani da Facultad de Ciencias Sociales da Universidad de Buenos Aires. Este Programa forma parte da Programação Cientifica da Secretaria de Ciencia y Técnica da UBA, que concedeu o financiamento, Buenos Aires, 1994 a 1999.

 

 

10. Pesquisadora no Instituto de Investigación en Ciencias Sociales da Universidad de Buenos Aires, na pesquisa “A composição da classe trabalhadora na Argentina”, realizando tarefas de coordenação de grupos de trabalho na coleta de dados, com a posterior codificação e análise, Buenos Aires, 1990 a 1992.

 

11. Assistente da Lic. Ines Izaguirre na Pesquisa “Os desaparecidos: o significado social de uma política de aniquilamento”, iniciada em 1986 com sede na Universidad de Buenos Aires e na Asamblea Permanente por los Derechos Humanos -APDH- , com financiamento do CONICET -Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas- Buenos Aires, 1990 a 1991.

 

12. Assistente de pesquisa na Comissão de Familiares e mortos de Desaparecidos, com sede na Prefeitura de São Paulo, colaborando na organização e confecção dos arquivos dos desaparecidos, e também com a busca de ossadas conduzida pela Comissão Especial de Investigação das Ossadas do Cemitério de Perus. São Paulo, 1991.