Todos os direitos reservados © 2019 Florencia Ferrer 

AGRICULTURA - Rural Reserch Institute | Coréia

O dono reclamava do governo! todas as ruas de acesso ele teve que fazer. A produção de tomate parece uma fábrica! Mas somente produzem tomate fresco. As hortas são verticais, com hidroponia. Tem abelhas voando! para manter a saúde das plantas. Toda irrigação e adubo é controlado eletronicamente. Pouquíssimas pessoas trabalham na fábrica, em geral imigrantes de Cambodja, Tailândia e outros países asiáticos. A área da produção tem 6 ha cobertas por greenhouse. Tratam as plantinhas como se fossem humanos (mas humanos bem tratados!) Para entrar na área dos tomates, passamos por umas câmaras que com um vento forte com alguns produtos, matam toda bactéria que possa ser transportada.

RURAL RESEARCH INSTITUTE: é a EMBRAPA (Brasil) ou o INTA (Argentina) da Coréia. Como o resto do que acontece no país, e nas políticas públicas em geral, uma enorme carga de tecnologia agregada a todo. Aprendi a diferença entre hidroponia e aquaponia , aprendi que usam big data em toda etapa desde o planejamento, ate a operação de cada greenhouse. Este instituto do governo coreano exporta o modelo inteiro, desde o business plan, os materiais, o controle e gestão do processo para vários países. 

As smart farm que estão implementando são altamente intensivas em tecnologia, somam conceitos avançados de TIC com IoT, Internet das coisas, o que permite altíssima produtividade e permite resolver problemas de abastecimento de alimentação fresca em momentos de mudança climática. 


Na America Latina tem projetos em Catamarca, Argentina, Quito, Equador e La Paz, Bolivia. Reduzem a necessidade de mão de obra em 30%, aumentam a qualidade em 30%, produtividade em 40% e permitem um aumento da receita de 60%. O Instituto é apoiado pela KOTRA que viabiliza as análises e viagens técnicas iniciais. 


,,

2 visualizações