Todos os direitos reservados © 2019 Florencia Ferrer 

SMART CITIES | Coréia

Smart Cities: ANYANG SMART CITY. Cidade milenar que é premiada no mundo como "Smart City

2000 Primer Centro", segundo integrado 2008.



Segurança: não há roubos porque sabem que vão ser pegos, 80% esforço é segurança,

CCTV e sensores. Através de cabeados temos circuito de segurança. Partilham com nível nacional e outras cidades.


Tem bus information, todos os ônibus têm sensores, os cidadãos se informam por app em tempo real. Em 2008 conseguiram integrar. Tem VRT e todas as câmeras estão integradas. O software automatiza tudo.

Multas de estacionamento são por software. Taxis e transporte público são avisados por software.

Os motoristas que ajudam voluntariamente se dão créditos como bons cidadãos.

Faróis vão se ajustando ao trânsito dirigidos por software.

Sistema de prevenção crimes: monitoramento 24 horas. Cidadão coreano prefere ter menos privacidade e mais segurança. Aqui tem população vulnerável. Esta cidade é ancestral, tem milênios. Mas a inovação é que conseguiram implementar smart city em uma cidade milenar.

6000 câmeras instaladas. 13 pessoas trabalham no centro!!!!! Por turno, mas como opera 24 x 7, são 4 turnos. Total 40 pessoas, 3 pessoas são da polícia.

Cada ano fazem processo licitatório, 13 pessoas são funcionários públicos, o restante de empresas que mudam ano a ano.


Os acidentes vão para a corte eletrônica. O software detecta a placa e a causa, o julgamento é eletrônico.

Câmeras servem como defesa ao cidadão e geram as provas. A polícia está muito feliz, agora conseguem fazer investigação com grande suporte de provas. Por política de segurança de dados, quando tem que gerar provas vêm daqui. Mas a polícia consegue monitorar. Aqui eles controlam 100%, tem câmeras de diferentes departamentos, mas tudo se vê daqui.


Como agora está integrado, este centro tem controle eficiente de todos os recursos.

Com isto, um equipamento se usa por muitas entidades. Grande vantagem com a centralização.

Como ganham escala, conseguem aumentar orçamento e gastar menos.

Eliminam necessidade de mandar patrulha e multam com câmeras. Eliminaram toda a logística de trânsito.




Sobre vulnerabilidade:

Mapa de calor. Mapas onde estão bares, hotéis, casas de mulheres que vivem sozinhas ou onde têm idosos morando sozinhos com mais de 65 anos e as escolas. Outro mapa com populações vulneráveis. Cruzam com dados onde a cidadania pede câmeras e cuidado. Com isso, o software dá valor e superpõe mapas. Com isso, eles dão peso, e o sistema avisa onde deve-se colocar mais câmeras. Esses mapas se superpõem duas vezes por ano para ajustar necessidade de mudanças.

Conseguem ver que carros não pagaram impostos, com isso pegam o carro e tiram a placa. Com isto o carro não circula. Assim, o cidadão, para pegar a placa, tem que pagar os impostos. Com isto, parte do orçamento do centro é pago pela central de trânsito.

A evasão de impostos acabou.

Asfalto vermelho significa que nos próximos 200 metros tem escola. Não se pode estacionar.



No ambiente, sempre o moderno e o antigo convivendo

3 visualizações